Frankito Lopes: o dia em que os bregueiros perderam seu rei

 | Reprodução / Facebook
Dono de uma das vozes marcantes da história do brega, o cantor Frankito Lopes colecionou inúmeros fãs ao longos da carreira, mesmo 11 anos depois de sua morte, que ocorreu em um 27 de novembro, como hoje.
Nascido no Mato Grosso, Frankito Lopes começou na década de 70 cantando e compondo músicas românticas, mas foi na década de 80 que sua carreira começou a decolar, onde gravou várias músicas de sua autoria, o que despertou logo para o sucesso em vários estados, entre eles, o Pará.
Nos anos 90, o cantor continuava fazendo grande sucesso e gravou canções que tocam até hoje em festas na capital paraense, como por exemplo, “Linda Rosa”, “Eu te amo meu amor”, dentre outras.
 
 
 
 
Além de cantar e fazer composições, Frankito Lopes também tinha participações especiais em suas músicas. Cantores como Alípio Martins, Cícero Rossi e Geraldo Cabrobó faziam parte de suas músicas.
Frankito Lopes faleceu em Goiânia, há 11 anos, vítima de uma cirrose hepática, mas sua obra continua em alta para os seus fãs, que o chamam até hoje de “Rei dos Bregueiros”.
Diego Beckman
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: