Corpo de pastora é achado em geladeira; vítima pode ter sido presa com vida

O corpo da pastora Ione dos Santos que estava desaparecida foi achado dentro de uma geladeira na cidade de Miguel Pereira, no Estado do Rio de Janeiro, no último sábado (28). De acordo com informações do jornal O Dia, há suspeitas de que ela tenha sido colocada ainda viva no eletrodoméstico. 
A pastora, que também era juíza de paz, foi encontrada na casa pelo irmão | Reprodução
Ione era pastora e trabalhava como juíza de paz. Ela estava desaparecida há alguns dias, e o principal suspeito é Luan Nilton Martins, de 30 anos, namorado da vítima.
O companheiro da religiosa foi morto na última quinta-feira (25), quatro dias antes de o corpo da namorada ser achado na geladeira. Ele faleceu após trocar tiros com policiais militares. Na ocorrência, dois agentes foram baleados – um também faleceu.
De acordo com informações da polícia, Luan teria fugido logo após assassinar a pastora. Ele era ex-presidiário e morava com Ione.
O irmão da vítima foi quem encontrou o corpo. Ele estranhou a falta de comunicação da irmã e decidiu procurá-la. Durante pesquisa na internet, reconheceu a foto do cunhado na ocorrência com a polícia e foi à casa de Ione.
No imóvel, o irmão da vítima encontrou a geladeira ligada, amarrada com arames e com a porta virada para a parede. Os investigadores acreditam que a pastora tenha sido colocada ainda com vida lá dentro.
Um inquérito policial foi instaurado para apurar as circunstâncias da morte de Ione. Diligências estão sendo realizadas em busca de testemunhas e imagens que possam ajudar nas investigações.
(Com informações do portal Metrópoles)
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: