Cancelada? Após votar pela reforma, Tabata sofre onda de “unfollows”


Após votar a favor da reforma da Previdência, na quarta-feira 10, a deputada federal Tabata Amaral (PDT-SP) causou enorme desagrado entre internautas e já perdeu milhares de seguidores em sua conta no Instagram.

A reportagem da revista CartaCapital contabilizou que, em cerca de 3 horas, a parlamentar perdeu 10 mil seguidores em seu perfil. Às 19h20 de quarta-feira (10), eram 657 mil seguidores, número que desceu para 650 mil às 21h44 e, às 22h48, estava em 647 mil. Nesta quinta, às 11h25, o índice decresceu ainda mais, marcando 640 mil.

O voto de Tabata traiu o posicionamento de seu partido, que fechou questão contra as alterações no sistema de aposentadoria. O PDT chegou a ameaçar de expulsão. A parlamentar foi à internet se explicar. “Meu voto pela reforma da Previdência é por consciência, não é vendido”, declarou. “Ao tomar essa decisão, eu olho para o futuro do País e não para o próximo processo eleitoral. Ser de esquerda não pode significar que vamos ser contra um projeto que, de fato, pode transformar o Brasil mais inclusivo e mais desenvolvido.”

A deputada também divulgou uma lista, em seu site, com perguntas e respostas para esclarecer sua decisão. Na publicação, ela diz que os trabalhadores mais pobres “não serão muito afetados pela reforma”. “Os trabalhadores pobres, especialmente os que ganham até 1 salário mínimo, não serão muito afetados pela reforma e continuarão se aposentando por idade, como já ocorre hoje, com 100% do seus rendimentos e elegíveis para receber o Benefício de Prestação Continuada”. Também diz “não ser correto” afirmar que a economia prevista com a reforma recaia sobre trabalhadores de até 2 salários mínimos.

Mas as justificativas não convenceram boa parte de seu eleitorado. No vídeo publicado no Facebook de Tabata, em que dá satisfações sobre seu voto, diversos internautas se mostram indignados com a parlamentar. “Tinha uma grande admiração, achei que era sangue novo, idealista. Que decepção, tirou a máscara”, diz um comentário, com 2,9 mil reações. Outra internauta desabafa, em comentário com 6,8 mil reações: “Se arrependimento matasse, eu tava morta nesse momento! Decepcionante!”

Fonte: Carta Capital
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: