UFCA afirma ter sofrido corte de mais de R$ 18 milhões do Governo; R$ 8 mi foram bloqueados pelo MEC

A Universidade Federal do Cariri (UFCA), no Ceará, é uma das instituições do país a sofrer bloqueio de orçamento após anúncio do Ministério da Educação (MEC) sobre corte de 30% no repasse às universidades. Em nota, a UFCA afirma ter tido dois grandes cortes desde o último mês, totalizando mais de R$ 18 milhões, o que corresponde a 47% do orçamento previsto na Lei Orçamentária Anual de 2019. “Se não for revertido, inviabilizará o funcionamento”, declarou.
No último dia 30 de abril, a UFCA teve R$ 8.863.621,00 bloqueados como medida do Ministério da Educação (MEC) de contingenciamento.

“O orçamento que o MEC destinou à UFCA, para despesas discricionárias, totalizou R$ 30.134.292,00. Assim, apenas o bloqueio do último dia 30 de abril corresponde a 29,4%”, disse em nota.

Cerca de um mês antes, a instituição já havia sofrido um primeiro bloqueio de recursos, por meio de emendas de bancada, correspondendo a R$ 9.983.363,00. O corte foi determinado no Decreto 9.741/19.

“Para uma universidade nova, que em pleno processo de implantação, chegando aos seis anos de existência, já conta com 23 cursos de Graduação, 14 cursos de Pós-Graduação (cinco mestrados e nove especializações) e 3.292 estudantes em cinco campi, um bloqueio de 47% no orçamento, se não for revertido, inviabilizará o funcionamento do grande patrimônio do Cariri que se tornou a UFCA”, enfatizou a instituição.

Uma assembleia geral universitária está marcada para o próximo dia 7 de maio, para discutir com a comunidade acadêmica o novo cenário orçamentário. O encontro ocorre no pátio do campus de Juazeiro do Norte.
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: