Psol denuncia uso de dinheiro do Banco do Brasil em homenagem a Bolsonaro nos Estados Unidos

Horas após a Presidência da República cancelar a ida de Bolsonaro aos Estados Unidos, onde receberia homenagem como “Personalidade do Ano de 2019”, proposta pela Câmara de Comércio Brasil-EUA, o Psol denunciou na noite dessa sexta-feira (3) que o Banco do Brasil patrocinaria a viagem do presidente do Brasil a Nova York, além de ter adquirido uma mesa no jantar da homenagem, no valor de R$ 47,5 mil.

O deputado federal Ivan Valente (PSOL-SP) anunciou que o partido deverá cobrar esclarecimentos ao Palácio do Planalto, por meio de representação na Comissão de Ética da Presidência da República.
O Psol também deverá convocar o presidente do Banco do Brasil, Rubem Novaes, para depor na Câmara Federal sobre o uso de dinheiro público para autopromoção.
O Povo/Blog do Eliomar.
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: