Leônidas Cristino diz que Bolsonaro não dá conta da tarefa de governar


Em artigo publicado nesta segunda-feira (29) no jornal O Povo, o deputado federal Leônidas Cristino (PDT) afirma que o governo federal teve no primeiro trimestre deste ano a pior execução orçamentária na segurança pública, saúde, educação, cultura e ciência e tecnologia, em comparação com governos anteriores. Os números foram analisados pela Plataforma Trabalhista do PDT, que Ciro Gomes uma para criticar o desempenho do governo.
“O Observatório é uma plataforma que introduz a métrica no debate. A mensuração de resultados, feita com rigor científico, tem como destino a imprensa, formadores de opinião, o homem comum”, afirma o deputado. A seguir, o artigo, na íntegra:

A métrica no debate

Os números da execução orçamentária nos três primeiros meses do governo do presidente Bolsonaro, nas áreas da Segurança Pública, Educação, Saúde, Ciência e Tecnologia e Cultura, revelados este mês no lançamento do Observatório Trabalhista pelo ex-ministro Ciro Gomes, indicam que a gestão não começou bem.

Apesar das características de continuidade entre o governo Temer e o atual, o período de transição foi mal aproveitado. O orçamento executado evidencia que algumas bandeiras de campanha estão longe de ter um tratamento prioritário, a exemplo da segurança pública.

O atual governo não dá conta da tarefa governar. A falta de um plano, observada na campanha, não recebeu remendo que prestasse no período da transição. Tropeça no trivial, haja vista o embaraço do orçamento executado em cinco áreas estratégicas da administração.

O orçamento executado na Segurança Pública no primeiro trimestre de 2019 foi o menor da série histórica iniciada em 2012. Também se verifica no primeiro trimestre deste ano a pior execução orçamentária na área de Ciência e Tecnologia, a pior também na Cultura.

Na Educação, o orçamento executado foi o menor desde 2014. O governo patina nesta área vital para o desenvolvimento. Na saúde, setor sensível para a melhoria das condições de vida da população, o orçamento executado foi o menor desde 2014.

Deste modo, o Observatório introduz a métrica no debate. A mensuração de resultados, feita com rigor científico, tem como destino a imprensa, formadores de opinião, o homem comum.

Ciro Gomes vai percorrer o País com o Observatório e fazer a discussão política que oxigena a nossa democracia. O PDT tem projeto para o País, fora do reducionismo que emperra o debate numa polarização entre dois grupos antagônicos que se odeiam.

O Observatório Trabalhista é um serviço que o PDT Nacional presta à democracia. É uma plataforma de avaliação do governo, uma ferramenta aberta à colaboração da sociedade, que trabalha sobre indicadores econômicos e sociais do governo para fazer o monitoramento do desempenho.

A cada trimestre, Ciro Gomes apresenta uma avaliação crítica do que fez o governo no período, aponta erros, denuncia contradições e mostra caminhos alternativos. Com uma linguagem compreensível ao leigo, mostra que temas restritos a economistas são do interesse de todos.

Leônidas Cristino
Deputado Federal (PDT- CE)
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: