Atirador baleou tio e roubou carro antes de massacre em escola

Um homem identificado, até o momento, como Jorge, tio de um dos atiradores, teria sido a primeira vítima da dupla que matou oito pessoas na escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, no Estado de São Paulo.


De acordo com informações do portal da revista Veja, antes de cometer o massacre, um dos assassinos roubou um carro em frente à uma concessionária que fica próxima ao colégio, atirando, ainda, em um homem que seria o próprio tio dele. O baleado passa por uma cirurgia, na tarde de hoje, e está em estado grave.

Segundo relatos de moradores, a Escola Raul Brasil foi a segunda em que os dois tentaram entrar. Primeiro, eles se dirigiram ao Colégio Rodrigues de Almeida, que estava fechado. A unidade atingida pelo crime permanece aberta porque lá funciona também uma escola de idiomas para a comunidade.

Após atirarem contra diversas pessoas que estavam no colégio, resultando na morte de seis alunos e duas funcionárias, os assassinos se mataram. O crime aconteceu durante o intervalo entre aulas na escola.

Segundo o Governo de São Paulo, são 23 feridos, divididos entre seis unidades de saúde. Com os assassinos, foram encontrados arco e flecha, garrafas de coquetel molotov, arma química incendiária de fabricação caseira, machadinhos, quatro jet loaders (peças de plástico usadas como carregadores) e uma mochila com um “artefato suspeito”, que pode ser explosivos.

(Com informações do portal Veja)
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: