ANA embarga barragem Granjeiro, em Ubajara, por descumprimento da lei de segurança


A Agência Nacional de Águas (ANA) divulgou que realizou o embargo provisório da barragem Granjeiro, em Ubajara, no Ceará, cujo empreendedor é a Agroserra Companhia Agroindustrial Serra da Ibiapaba. A penalidade tem como objetivo fazer com que a empresa adote medidas imediatas de segurança para minimizar os riscos de rompimento da estrutura, tendo em vista a existência de 15 famílias que vivem no vale a jusante (abaixo) e podem ser atingidas pelo rompimento da estrutura.
Medidas de contenção da erosão já foram concluídas e agora está em andamento escavação de canal ao lado da barragem para liberação controlada de água e redução do armazenamento. Por precaução, a ANA recomendou a evacuação da população residente no vale a jusante, o que foi executado pela Defesa Civil estadual na noite do último sábado (16).

Enquanto houver o embargo provisório, a empresa não poderá operar a barragem Granjeiro, no leito do riacho Jaburu, até que seja garantida a segurança da estrutura e sejam atendidas todas as exigências cobradas pelo órgão.


De acordo com o órgão, desde 2017, a ANA vem autuando o empreendedor da barragem Granjeiro para regularização. Tendo em vista a situação de abandono da barragem e a inação do empreendedor foi emitido o embargo provisório.
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: