Iguatu torna-se polo na produção de cadeiras de balanço

Iguatu produz 60 mil peças mensais - Foto: Honório Barbosa
Reportagem do jornal Diário do Nordeste, edição dessa segunda-feira (7), destaca a produção de cadeiras de balanço na cidade de Iguatu. Segundo a reportagem, o município tem hoje 15 fábricas de cadeiras, com a produção de 60 mil peças mensais.

A fábrica DK, instalada há sete anos, em Iguatu, é um exemplo de sucesso e de expansão dos negócios. Recentemente, mudou-se para uma área própria, ampla, às margens da CE-060. São fabricadas por mês nove mil peças e gerados 120 empregos diretos. "No auge, chegamos a fabricar entre 15 mil e 20 mil peças por mês", lembra o empresário Cláudio Vitorino.

O pioneiro na produção das cadeiras de ferro foi o empresário Glaudério Rodrigues. Depois de alguns anos com experiência em uma indústria de metalurgia, instalou a fábrica de móveis tubulares Rei do Balanço. "Vi que os crediaristas vendiam bem esse tipo de produto e segui a tendência".

Outro caso de sucesso é do empresário Edival Lima Pereira. Ele fabricava mesas e cadeiras de madeira entre 1995 e 2002. Em 2003, começou a fabricar as cadeiras de balanço e, hoje, chega a produzir 25 mil peças por mês.  

Iguatu Notícias.
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: