"Não vou senti falta de nada”, diz Temer em entrevista à Época

Em um cair de tarde chuvoso, Michel Miguel Elias Temer Lulia, de 78 anos, o 37º presidente do Brasil, estava sentado na cabeceira de uma longa mesa de madeira em um dos salões do Palácio da Alvorada, em Brasília. Dali a 42 dias, Temer deixaria o cargo a que foi catapultado depois do impeachment da presidente Dilma Rousseff, de quem era vice.
Ele recebeu a revista ÉPOCA no palácio em que morou por apenas uma semana – por considerá-lo grande, frio, impessoal demais, voltou ao Jaburu.

Na conversa, falou sobre o que aprendeu no poder, os palpites dados ao seu sucessor, Jair Bolsonaro (em quem disse ter votado no segundo turno), e o futuro a partir de 1º de janeiro. “Não vou sentir falta de nada”, disse sobre os anos na presidência.

Confira na ÉPOCA que chega as bancas nesta segunda-feira (26), os detalhes dessa conversa e também um poema inédito escrito por Temer.
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: