Deputado blindado para não morrer

O deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ) está tendo que usar recursos de sua cota parlamentar para pagar o aluguel de R$ 8 mil do carro blindado que passou a ter que usar há oito meses, depois da conclusão, endossada pela Câmara dos Deputados, de que corre risco de vida. A medida foi adotada pouco depois da morte da vereadora Marielle Franco, colega de Wyllys no PSOL.
No começo, a Câmara bancava os custos. Depois eles foram repassados para o próprio parlamentar. Além disso, Wyllys é acompanhado permanentemente por uma escolta da polícia legislativa, em qualquer lugar que vá a trabalho.

“Estou vivendo pela metade”, afirma ele, que evita compromissos que não sejam ligados à sua atividade parlamentar.

Por Mônica Bergamo, na FSP
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: