Pesquisa FSB/BTG Pactual: Bolsonaro tem 60% dos votos válidos e Haddad, 40%

A sete dias do segundo turno da eleição à Presidência da República, uma pesquisa do Instituto FSB, contratada pelo BTG Pactual, realizada no sábado e domingo e divulgada nesta segunda-feira, 22, mostra o candidato do PSL, Jair Bolsonaro, com 60% dos votos válidos, quando são excluídos brancos, nulos e indecisos. Fernando Haddad, do PT, tem 40%. Bolsonaro oscilou positivamente um ponto percentual em relação a última pesquisa FSB/BTG Pactual, divulgada na segunda-feira passada, 15, enquanto Haddad oscilou negativamente um ponto percentual em uma semana.
Na pesquisa estimulada, quando os nomes dos candidatos são apresentados aos eleitores, Bolsonaro tem 52% das intenções de votos, ante 35% de Haddad. Brancos e nulos somam 4%. Os eleitores que afirmaram que não votarão em ninguém ou em nenhum candidato somam 5%. Não sabe/não respondeu são 4%. Já no cenário espontâneo, quando o entrevistado não diz aos eleitores o nome dos candidatos, Bolsonaro tem 48% da preferência do eleitorado, enquanto Haddad tem 31%. Brancos e nulos somam 6%. Os eleitores que afirmaram que não votarão em ninguém ou em nenhum candidato somam 5%. Não sabe/não respondeu são 11%.
A pesquisa ouviu 2.000 eleitores, por telefone, entre os dias 20 e 21 de outubro. A margem de erro é de 2 pontos percentuais e o intervalo de confiança é de 95%. O levantamento está registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número BR-03689/2018.
Homens e Mulheres
Os dados da pesquisa mostram, também, que o candidato do PSL, Jair Bolsonaro, recebe apoio de 43% das mulheres contra 39% de Fernando Haddad no cenário estimulado. Entre os homens, no mesmo cenário, Bolsonaro lidera com 62% ante 31% de Haddad. Já no cenário espontâneo, 39% das eleitoras apoiam Bolsonaro, ante 33% que tem preferência pelo candidato Haddad. Entre os homens, Bolsonaro tem 58% e Haddad, 28%.
Nas regiões brasileiras no cenário espontâneo, Bolsonaro lidera no Sul (57% X 32%), no Sudeste (58% X 26%) e no Norte/Centro Oeste (59% X 31%). Já Haddad lidera na Região Nordeste (53% X 35%). No cenário estimulado, Bolsonaro mantém a liderança na região Sul (54% X 27%), no Sudeste (53% X 23%) e no Norte/Centro Oeste (56% X 29%). Já Haddad lidera na Região Nordeste (48% X 32%).
Rejeição e potencial de voto
Entre os entrevistados, de acordo com a pesquisa, 54% dizem que poderiam votar em Jair Bolsonaro, 38% descartam apoiá-lo, 7% dos eleitores dizem que não o conhecem e 1% não respondeu. Um total de 40% dos entrevistados diz que poderia votar em Fernando Haddad, 52% o rejeitam, 7% afirmam que não o conhecem e 1% não respondeu.
Confira abaixo alguns números apresentados pela pesquisa:
Votos válidos:
Cenário estimulado:
Cenário espontâneo:
Decisão de voto:
Rejeição e potencial de voto:
Razões de voto:
Voto útil:
Expectativa de vitória:
Expectativa em relação a desempenho do próximo presidente:
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: