Ciro parabeniza Bolsonaro, promete oposição e avisa: não pense em violar o respeito às minorias


O candidato à Presidência da República no primeiro turno, Ciro Gomes (PDT), se dirigiu ao presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), após a vitória do capitão reformado. O texto do cearense contém reconhecimento à vitória do militar na corrida eleitoral, aviso de que Ciro será oposição e crítica indireta ao Partido dos Trabalhadores (PT).
Ciro gravou vídeo em que se manteve neutro em disputa do segundo turno.(Foto:Reprodução/Facebook)
O ex-governador do Ceará parabeniza Bolsonaro pelo resultado obtido nas urnas. Depois, avisa ao candidato eleito que não pense em violar o respeito que deve ter com os brasileiros, “independentemente de configurarem minorias ou grupos sociais críticos às suas posturas”.  Para Ciro, apenas assim ele estará à altura da autoridade que adquiriu na eleição.
No fim da mensagem, Ciro se coloca como uma “oposição que nasce”. Diz ainda que sua atuação se diferenciará de forças que “só defendem a democracia ao sabor de seus interesses mesquinhos ou crescentemente inescrupulosos ou mesmo despudoradamente criminosos”.
O comentário sobre a oposição que classificou como mesquinha vem após um segundo turno em que o candidato derrotado nesse domingo, Fernando Haddad (PT), buscou o apoio do ex-ministro de Lula, que se manifestou de modo insatisfatório ao PT.
Em vídeo gravado após voltar de Paris, no último sábado, 27, o pedetista resumiu seu discurso ao “Ele Não”, em referência a Bolsonaro e declarou voto a favor da democracia. Disse, entretanto, que não escolheria lado, por motivos que preferiu não externar. “Porque se eu não posso ajudar, atrapalhar é que eu não quero”, argumentou. 
Confiram mensagem na íntegra:

CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK:

Postar um comentário

[facebook][blogger]
Tecnologia do Blogger.