Bolsonaro admite ‘possibilidade estratégica’ de não ir a debates com Haddad

O candidato à presidência da República Jair Bolsonaro (PSL) admitiu que considera a possibilidade de não ir a nenhum debate com Fernando Haddad (PT), seu concorrente no segundo turno das eleições. “Existe a possibilidade, sim, estratégica”, disse em encontro com apoiadores nesta quinta-feira (11) no Rio de Janeiro.

Nesta semana, ele confirmou que não participaria dos primeiros três debates por recomendações médicas. Segundo a junta de médicos que o acompanha desde que foi vítima de uma facada, no mês passado, o ex-capitão do Exército ainda tem anemia, motivo pelo qual deve evitar esses eventos. Os debates foram cancelados.

Jovem Pan 
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: