Pela primeira vez, Globo exibe beijo gay em novela das 18h

A programação na TV aberta é um lixo, poucos programas escapam e poucos eu assisto. Ontem por acaso vi mais uma daquelas cenas deploráveis e deprimentes em pleno horário nobre da TV, que atinge em cheio crianças e adolescentes. Digo crianças porque foi exibido na novela das 18h na rede Globo. Nada contra as pessoas que se relacionam com o mesmo sexo, todos têm livre arbítrio, têm o direito de serem felizes com quem quiser. 
A novela “ Orgulho e Paixão” exibiu pela primeira vez no horário um beijo gay entre um militar e um jovem. Questiono qual o limite da grade de programação de TV aberta que prioriza a exaustão cenas de sexo, violência, traição, estupro, enfim, cenas de depravação e degradação moral. O que pretende o canal nivelando por baixo a sua programação. não estaria incitando ainda mais o preconceito, a homofobia, violência, traição, pedofilia, etc.... Por que o exibicionismo insistente, porque forçar a barra, se é uma opção e escolha individual de cada um ? Porque o canal não respeita outras pessoas que são contrárias, que têm outras opções e orientações sexuais,Nossos filhos estão expostos a atos libidinosos na hora do jantar. Ah ninguém é obrigado assistir ? Daqui a pouco as crianças vão assistir beijo gay ao invés de desenhos animados.A lei maior defende os princípios e valores da família. O artigo 226 afirma ser a família a base da sociedade e tem especial proteção do Estado. É o exemplo dos artigos 220 §3º inciso II e 221, inciso IV, da lei maior ao proteger e exigir o respeito aos valores éticos e sociais da pessoa e da família contra a violação dos seus direitos. E o estado mais uma vez omisso. Daqui a pouco a Globo vai exibir sexo de homem ou mulher com animais na novela das 18h. Gente, isso é anarquia e libertinagem e a coisa está descambando para o comando do Satanás, ode as forças do mau estão ocupando espaços na humanidade. Sabe o que vai tratar a próxima novela do globo: O personagem trará a discussão sobre o fetichismo transvéstico, transtorno mais comum em homens, no ato de vestir roupas íntimas e acessórios do sexo oposto. Para se realizar sexualmente, o personagem, um delegado machão, linha dura usa a lingerie da própria esposa Rita (Flávia Alessandra) e furta as calcinhas das vizinhas. A justiça não intervém, também é omissas com a poderosa globo, porém, a sociedade sim deveria exigir programas educativos e culturais. Estamos precisando urgentemente da misericórdia de Deus para nos salvar mais uma vez desse mundo sádico e cruel.

Milhem Cortaz viverá delegado “machão” que usa calcinha em novela

AgNews


 O ator Milhem Cortaz representará o delegado Joubert Machado na próxima novela das 21h, O Sétimo Guardião. O personagem trará a discussão sobre o fetichismo transvéstico, transtorno mais comum em homens, no ato de vestir roupas íntimas e acessórios do sexo oposto. Para se realizar sexualmente, ele usa a lingerie da própria esposa Rita (Flávia Alessandra) e furta as calcinhas das vizinhas.

Em abordagem cômica, o diretor Aguinaldo Silva irá discutir um assunto mais comum do que se imagina, porém, ainda mantido em segredo devido ao medo do preconceito.
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: