Michel Temer quer lugar de Meirelles na corrida presidencia

É uma ideia desesperada, essa de Michel Temer tomar o lugar de Henrique Meirelles na candidatura do MDB, para proteger-se do relatório da Polícia Federal que o acusa de receber e lavar dinheiro de corrupção.

A acusação, que atinge também o tal coronel João Baptista Lima, Moreira Franco e Eliseu Padilha, já está no Supremo Tribunal Federal e vai à procuradora-geral Raquel Dodge para a denúncia criminal ou o arquive-se.

Com aprovação que não chega às canelas, Temer não se elegeria. Mas não está em maior risco nestes meses finais de desgoverno.

Seu problema pode começar no primeiro minuto seguinte à transmissão da Presidência.

O que, por sua aparente calma, já estaria solucionado, pela soma de recursos e idade.

(Agências)
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: