23% dos agricultores do Ceará nunca frequentaram escola

O Dia do Agricultor, celebrado neste sábado (28), traz a lembrança da baixa escolaridade dos trabalhadores do campo no Ceará: 23,92% deles nunca frequentaram uma escola. São 94 mil profissionais do agronegócio sem nível de escolaridade, conforme o Censo Agropecuário, divulgado nesta semana pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A dificuldade em ir para escola é comum é muitos agricultores do Ceará; a histórica de José Raimundo Sousa, de Canindé, é compartilhada por muitos colegas: "a gente tinha que trabalhar desde cedo, ajudar os pais na roça, nunca tive tempo para estudar", conta. A oportunidade que ele não teve agora é dada aos filhos.

Ainda conforme o estudo, 37 agricultores do Ceará 37 mil (9,4%) trabalhadores do campo no Ceará concluíram o ensino médio; 7,2 mil são graduados.
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: