Eunicio rompe com Temer

O presidente do Congresso Nacional, Eunício Oliveira, rompeu neste domingo (20) com o presidente da República, Michel Temer. Não aceitou pautar novamente a reforma da Previdência ainda no mês de junho e também trombou feio por discordar da política de reajustes permanentes dos combustíveis.

Indignado com as práticas do ministro das Minas e Energia, Moreira Franco, que tem dado sistemáticos aumentos aos combustíveis, Eunício denunciou que essa decisão foi feita para que o Orçamento da Petrobras desse lucro, e desse modo o ministro pudesse agradar aos acionistas da Empresa, mandando distribuir lucro. “ Não pensam no povo brasileiro, só nos interesses econômicos dos acionistas em detrimento do Brasil”.

A reação do presidente Eunicio será dura: irá instalar uma Comissão Geral no Senado Federal para investigar a Petrobras e sua política de preços dos combustíveis. Ao término, adotará providências para coibir esses abusos que estão afetando a economia do País.

A disposição do presidente do Congresso é abrir a caixa preta da Petrobras e obrigar o presidente Michel Temer a recuar nessa política que tem reajustado os preços de gasolina, álcool, gás de cozinha e óleo diesel, sem nenhum critério, mesmo com a inflação brasileira estando sob controle.

Fonte: Ceará News 7
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: