Ciro: É preciso ser muito mais homem do que eu para me derrubar”

Sempre fiel ao seu estilo centroavante rompedor, Ciro Gomes participou na manhã desta quinta-feira, 26, em Brasília, da 16ª Marcha de Vereadores e disse que, se eleito presidente, não será tarefa fácil derrubá-lo: “Se vocês deixarem, vão me derrubar. Não vai ser fácil não, porque não sou a Dilma. Sou do ramo. Tu acha que um marginal como Eduardo Cunha me derrubaria? É preciso ser muito mais homem do que eu para me derrubar”.

Em discurso, o pré-candidato do PDT disse que o próximo presidente precisa de apoio da sociedade, caso contrário “eles vão derrubar o terceiro, o quarto, o quinto porque isso está escrito nesse país enquanto não virarmos o jogo”.

Ciro lembrou que no período democrático pós-militar, dois presidentes cassados fazem com que o País “não aguente esse nível de instabilidade”. “A Nação vai precisar se dar as mãos para sair dessa profunda encalacrada”, declarou.

Fonte: Focus.jor
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: