Governadores do NE se reúnem em Teresina contra o crime organizado

Principal região do País atingida pela migração de criminosos das facções que atuam no eixo Rio-São Paulo, o Nordeste deve reforçar a proteção de suas divisas com outros estados. Com a ocupação do Rio pelo Exército, a preocupação aumenta.

Seguindo o modelo implantado em 2015 pelo Ceará, com o Batalhão de Divisas presente em quatro regiões do Estado, os nove governadores nordestinos discutirão esse assunto durante reunião nesta terça-feira (6), em Teresina (PI). Na oportunidade, eles fizeram uma avaliação conjunta do encontro mantido, na última semana, em Brasília, com o presidente Temer e dirigentes de outros poderes.

O problema da violência é o que mais atinge o Nordeste neste momento. A Bahia, com mais de sete mil homicídios, Pernambuco com quase 5,5 mil e o Rio Grande do Norte ainda superam o Ceará em homicídios por 100 mil habitantes. Os governadores querem somar forças para proteger a região da invasão do crime organizado. Uma grande ajuda será o Centro Regional de Inteligência da PF, cuja sede pode ser em Fortaleza.
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: