» » Após deflação, energia subirá pelo menos 10%


Após registrar queda de 0,39% em 2017, o preço da energia para consumidores residenciais e comércio (baixa tensão), que representam cerca de 80% dos clientes da Enel no Estado, deverá aumentar neste ano. Os novos valores entrarão em vigor no dia 22 de abril, e os percentuais só deverão ser divulgados pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) dias antes. 

Segundo estimativas da Aneel, o reajuste médio nas contas no País ficará acima de 10% neste ano. E em alguns casos, a alta deve superar a casa dos 20%.As razões para esse aumento, muito acima do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) previsto para o ano (3,6%), são a falta de chuvas, que levou ao acionamento de usinas térmicas, mais caras que as hidrelétricas, os subsídios embutidos na conta de luz, que não param de crescer, e falhas de gestão. Além disso, o Banco Central projeta uma alta de 4,9% para os preços administrados (que inclui o preço da energia) em 2018.

Ceará Agora 

Sobre POTENGI NA INTERNET

Ivanildo Souza falará em breve algo pra você, aguarde!
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

AQUI VOCÊ VÊ E SEUS CLIENTES TAMBÉM.

AQUI VOCÊ VÊ E SEUS CLIENTES TAMBÉM.

ANUNCIE AQUI ! ACREDITEM NO CRESCIMENTO DE POTENGI!