Resumindo o julgamento de Lula pelo TRF4 nesta quarta-feira, 24

TRF4 confirma condenação de Lula e amplia pena para 12 anos e um mês. (Foto: Reprodução/ Internet).
O ex-presidente Lula foi condenado a 12 anos e um mês no caso do Triplex, que não é dele. Pelo menos não há provas documentais de que pertence a ele. O próprio Sérgio Moro e os membros do TRF4 confirmaram em suas sentenças que foram baseadas exclusivamente em indícios e em convicções que não há provas documentais que ligue o Triplex ao Lula. Mesmo assim, como o plano já havia sido desenhado em abril de 2016 - com o impeachment de Dilma - o condenaram.

Não há dúvidas de que o Moro decretará sua prisão, lhe tirando definitivamente o direito de se candidatar. Ademais, não podemos negar que o julgamento de hoje já era carta marcada e isso se confirmou quando a BandNews, do grupo Bandeirantes, antecipou o resultado antes mesmo de ter iniciado a votação.

Lula foi condenado, será preso. Mas não será a primeira vez e nem será a última que alguém que luta por igualdade e afronta a elite é privado de liberdade. Lembremos com tristeza do Nelson Mandela e de tantos outros (as).

O resultado desnuda um judiciário seletivo e parcial, senão vejamos:

1- Aécio Neves tem prova robusta contra si, mas o STF jogou a bola pra o congresso nacional que o deixou retornar ao cargo de senador;

2- Michel Temer ajudou a articular o golpe jurídico-midiatico-parlamentar, tem provas cabais de que cometeu atos de corrupção e todo dia retira direito dos mais pobres economicamente. Continua presidindo o pais;

3- O primeiro é do PSDB e o segundo do MDB. Ambos estão soltos;

4 -  É o "grande acordo nacional com o supremo, com tudo" - como afirmaram outrora Romero Jucá (MDB) e Sérgio Machado -  se concretizando.

Mas a luta por democracia, por justiça social e racial não finda aqui. Continuemos vigilantes e ativos!!!
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: