Lula quer ser ouvido pela Justiça, antes do julgamento

O ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva pediu nessa quarta-feira (3), por meio de sua defesa, para ser ouvido novamente pela Justiça, antes do julgamento do próximo dia 24. Os advogados alegam que o interrogatório feito pelo juiz Sérgio Moro, em maio do ano passado, “foi totalmente viciado”.

Para a defesa do ex-presidente, Sérgio Moro teria privado Lula do direito de autodefesa com plenitude, ao realizar abordagens alheias ao processo.

Moro condenou Lula a nove anos e seis meses de prisão, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, diante do processo sobre o triplex do Guarujá.

Contra a condenação, a defesa recorreu ao TRF4. A Procuradoria da Lava Jato também apelou. No próximo dia 24, os desembargadores da Oitava Turma da Corte vão decidir se mantêm a condenação ou se reformam a sentença imposta por Moro ao petista.

(Com Agências)
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: