Ceará recebe R$ 40 milhões para construção de novas escolas em tempo integral

O Ceará vai receber um investimento de quase R$ 40 milhões para a criação de novas escolas em tempo integral. O anúncio foi feito nesta quarta-feira (17) pelo ministro da Educação, Mendonça Filho, em cerimônia com o presidente Michel Temer, no Palácio do Planalto.

O total distribuído pelo Governo Federal entre os estados foi de R$ 406 milhões, o que significa que o Ceará vai receber quase 10% de toda a verba para o investimento na educação em tempo integral. Conforme o Governo do Ceará, o tamanho do investimento se dá pelos resultados positivos alcançados pela unidade federativa na educação.

Pelo segundo ano consecutivo, o Ceará foi destaque no número de escolas com este modelo implantadas, e por isso será o estado que mais vai receber novas instituições de ensino. O Ceará conta, atualmente, com 117 escolas profissionalizantes de tempo integral. O objetivo é que em 2018 esse número suba para 228 instituições educacionais do tipo.

O governador Camilo Santana esteve presente na cerimônia e discursou, representando os 27 gestores dos estados brasileiros. Ele afirmou que em 2018 pretende que cerca da metade das escolas públicas estaduais do Ceará sejam em tempo integral.

"A proposta da escola em tempo integral é garantir proteção a essa juventude do país, mantê-la em aprendizado, com oportunidades e longe do crime. O Ceará foi o que alcançou o maior número de implantação de escolas em tempo integral. Esse ano são mais de 40 escolas a serem implantadas. Vamos passar para quase 33% da rede de Ensino Médio do Estado em escolas em tempo integral.", disse Camilo Santana.

O ministro da Educação, Mendonça Filho, ressaltou os resultados obtidos pelo Ceará nos investimentos da área. "É belíssimo o trabalho feito no Ceará e devemos replicar em todo o Brasil. Onde estiver o bom exemplo para Educação precisamos exaltar, destacar e dizer o quanto é importante esse pacto por mais escolas em tempo integral", colocou.

No total, o Programa de Fomento às Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral pretende aumentar, em todo o Brasil, de 516 escolas financiadas pelo Ministério da Educação em 2017, para 967 em 2018. Serão 500 mil matrículas em instituições de ensino do tipo em todo o país.
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: