Eduardo Cunha pode deixar o xilindró no fim deste mês

O deputado federal cassado Eduardo Cunha pode ser solto no final deste mês, a depender do retrospecto da Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal, aquela que reúne Edson Fachin, Celso de Mello, Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski e Dias Toffoli. O julgamento do habeas corpus de Cunha, preso desde outubro de 2016, foi marcado para o próximo dia 28, informa o colunista Lauro Jardim, do O Globo.
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: