Jovem Edson Veriato, na consolidação de um sindicalismo de luta e democrático com independência política

Vários sindicatos, trabalhadores, dirigentes e militantes sociais estão reunidos, nesta sexta-feira, na sede do Sindicato dos Servidores e Empregados Públicos do Município de Fortaleza (Sindifort) para fundar oficialmente a Intersindical Central da Classe Trabalhadora no Estado do Ceará. Funcionando com uma coordenação provisória desde 2014, os trabalhadores avançam na organização da Central ao oficializar a fundação e dar passos na consolidação de um sindicalismo de luta e democrático, com independência política.
Unificando trabalhadores do setor público e privado, a Intersindical Ceará já deu passos significativos nessa direção, segundo a presidente do Sindifort, Nascélia Silva, uma das coordenadoras do Congresso. Ela destaca a importância da unidade e da luta em defesa dos direitos sociais, do serviço público e de um modelo que combata as desigualdades sociais, o arrocho salarial, o desemprego e valorize os servidores públicos e a maioria do povo.

Participam do congresso, delegações de diversas cidades como Fortaleza, Juazeiro do Norte, Crateús, Alcântaras, Pacajus e Potengi, representando sindicatos de servidores públicos, rurais e do setor privado, como o Siatrans, de base estadual e próprio Sindifort, além de organizações ligadas ao movimento popular.
Na pauta desta sexta-feira, além da discussão sobre conjuntura nacional, concepção sindical e plano de lutas, também está a eleição da Direção Estadual, Direção Executiva e Conselho Fiscal. No encerramento, haverá confraternização entre delegados e participantes.
DETALHE – Posição unânime dos sindicalistas é pelo Fora Temer e pelo fim das reformas que tratam da terceirização, previdência, reforma trabalhista e quebra da estabilidade do servidor público.
(Fotos – Jadson Silva)- Colab.Blog do Eliomar.
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: