» » » Mortes por chikungunya no Ceará sobem para 87 este ano


Em duas semanas, mais 17 pessoas morreram vítimas de chikungunya no Ceará. Já são 87 mortes confirmadas pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesa), segundo dados do boletim epidemiológico, divulgado nesta sexta-feira (1º).

Entre os óbitos, 71 ocorreram em Fortaleza. O número de casos confirmados subiu para 82.017 mil. São 6.565 casos a mais em duas semanas.

Também foram confirmadas mortes nos municípios de Acopiara (2), Aracati (1), Beberibe (2), Caucaia (3), Itapajé (2), Maranguape (2), Marco (1), Morada Nova (1), Pacajus (1) e Senador Pompeu (1). A maior incidência das mortes continua sendo em homens, 55,2% dos casos.

Em 2017, foram notificados 121.165 casos suspeitos de chikungunya. Segundo a Sesa, apenas quatro municípios cearenses não notificaram casos suspeitos da doença.

Dengue e Zika

Este ano, 12 pessoas morreram vítimas da dengue. Até o momento, o Ceará tem 86 casos confirmados de dengue com sinais de alarme (DCSA) ocorridos nos municípios de Abaiara, Alto Santo, Aracati, Brejo Santo, Caucaia, Chorozinho, Crato, Fortaleza, Guaiúba, Iracema, Maracanaú, Marco, Piquet Carneiro, Quixadá, Russas e Tabuleiro do Norte.

Não há registro de mortes por zika. O número de casos confirmados este ano é 482, dos 3.175 casos suspeitos notificados.

Dos casos notificados, 1.167 foram em gestantes, sendo 64 confirmados, destes, 25 foram confirmados pelo critério laboratorial e 39 pelo critério clínico-epidemiológico.

G1CE

Sobre Ivanildo Souza

Ivanildo Souza falará em breve algo pra você, aguarde!
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

AQUI VOCÊ VÊ E SEUS CLIENTES TAMBÉM.

AQUI VOCÊ VÊ E SEUS CLIENTES TAMBÉM.

ANUNCIE AQUI ! ACREDITEM NO CRESCIMENTO DE POTENGI!