PMDB vai mudar de nome e voltar a ser MDB para ‘ganhar as ruas’

De olho em uma candidatura própria em 2018 e no centro da enorme crise política que se abate sobre o primeiro presidente do partido que chegou ao Planalto, a Executiva Nacional do PMDB se reuniu nesta quarta-feira e anunciou uma reformulação geral no programa e na marca da legenda para “ganhar as ruas” e se transformar em uma “força política”.

Com a estratégia de tentar retomar o prestígio das lutas pela redemocratização lideradas por figuras como Ulysses Guimarães e Teotônio Vilela, a primeira mudança será no nome do partido, que perderá o “P” e retornará ao antigo Movimento Democrático Brasileiro (MDB).

O atual presidente Romero Jucá (PMDB-RR) afirma que a intenção não é fugir do desgaste do PMDB e se esconder em outro nome. O ofício comunicando a mudança do nome do PMDB, que será oficializado em convenção nacional em 27 de setembro, já foi encaminhado ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

(Agências)
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: