Cunha comprava votos de deputados por até 300 000 reais


Eduardo Cunha revela na prévia de sua delação que comprou votos de colegas durante disputas pela liderança do PMDB. Um deputado diz que ele pagava de 150 000 a 300 000 reais.

Cunha, aliás, acha que Rodrigo Janot vai libertá-lo até dezembro. Seus advogados já o alertaram sobre a disposição da PGR em mantê-lo na cadeia por pelo menos mais uns quatro anos.
CURTA ESSA MATÉRIA PELO FACEBOOK: