» » Cantor e radialista Barros de Alencar morre aos 84 anos

(Foto: Divulgação)
O comunicador, cantor e compositor Barros de Alencar morreu na madrugada desta segunda-feira, 5, aos 84 anos. Ele estava internado em um hospital em São Paulo, onde se recuperava de uma cirurgia na garganta.

O enterro acontece na tarde desta segunda-feira no cemitério Primavera, em Guarulhos, na grande São Paulo. 
Trajetória
O paraibano Cristóvão Barros de Alencar iniciou sua carreira como radialista na década de 1960. Ele passou pelas rádios Tupi Record e América, embalando sucessos da Jovem Guarda.
Seu primeiro CD foi lançado em 1966, com as músicas "Agora sim", versão de Adesso sì, de Sergio Endrigo e "Não vá embora", versão de Tu me plais et je t'aime, de autoria J. L. Chauby e Bob Du Pac.
Na década de 1980, ele apresentou o Programa Barros de Alencar,  que marcou pelo bordão: "Alô, mulheres, segurem-se nas cadeiras. Alô marmanjos, não façam besteiras!".
O Povo.

Sobre Ivanildo Souza

Ivanildo Souza falará em breve algo pra você, aguarde!
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

AQUI VOCÊ VÊ E SEUS CLIENTES TAMBÉM.

AQUI VOCÊ VÊ E SEUS CLIENTES TAMBÉM.

ANUNCIE AQUI ! ACREDITEM NO CRESCIMENTO DE POTENGI!