» » » Ceará é o Estado com maior índice de chikungunya no País

O Ceará vive um panorama de alerta ocasionado pela iminência de uma epidemia da febre chikungunya. Segundo dados do boletim epidemiológico da semana 10 do Ministério da Saúde, com dados coletados até 13 de março 2017, o Ceará é o Estado de maior índice de casos prováveis do vírus com 4.735 registros. O cenário se torna ainda mais alarmante ao comparar este número ao de 2016, quando foram registrados 912 casos durante todo o ano.

Por meio de nota, a assessoria de imprensa da Secretaria de Saúde do Ceará (Sesa), afirma que os números ainda não caracterizam uma epidemia de chikungunya e que estão sendo tomadas as devidas ações para o combate ao vetor.

Fumacê
O fumacê, nome popular para a Pulverização espacial UBV, é um procedimento que consiste na liberação via aérea de gases, que agem por contato, atingindo os mosquitos adultos em voo. Ou seja, a ação do produto só é efetiva quando o inseticida está em suspensão no ar e só mata o mosquito adulto.

A recomendação aos moradores é que abram portas e janelas das casas na passagem do fumacê para que o inseticida atinja o mosquito dentro das residências. O procedimento não diminui a necessidade da eliminação dos potenciais focos do vetor. Por isso, os órgãos públicos de saúde indicam que as famílias devem também fazer sua parte no combate ao Aedes aegypti.

Cerca de 90% dos focos do mosquito que transmite a dengue, zika e chikungunya são encontrados dentro de casa. O fumacê não mata as larvas do Aedes aegypti, que estão em caixas d'água, potes, baldes, pneus, lajes.

(Informações do Diário do Nordeste)

Sobre Ivanildo Souza

Ivanildo Souza falará em breve algo pra você, aguarde!
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

AQUI VOCÊ VÊ E SEUS CLIENTES TAMBÉM.

AQUI VOCÊ VÊ E SEUS CLIENTES TAMBÉM.

ANUNCIE AQUI ! ACREDITEM NO CRESCIMENTO DE POTENGI!