» » Temer busca estratégias jurídicas para adiar cassação no TSE

Agências de notícias de Brasília informam que assessores do presidente Michel Temer teriam admitido que a equipe de defesa estaria pensando em ações para adiar o desfecho do julgamento da cassação da chapa Dilma-Temer, que começa na próxima semana Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Caso ele seja cassado, a ideia é que a defesa entre com recursos no próprio TSE, onde será julgado o caso, e posteriormente no Supremo Tribunal Federal. Dessa forma, o processo poderia se arrastar por meses, sendo concluído às vésperas das eleições de 2018.

De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, um assessor presidencial teria dito que"crescerá a pressão sobre o Poder Judiciário para que não casse o presidente" se o fim do caso se estender demais. Eles se confiam de que os ministros estariam cientes de que processo causaria nova instabilidade política.

Com a data do julgamento marcada, uma das estratégias do governo, que seria colocar aliados na Corte Eleitoral para evitar cassação, perde força. Mesmo que os ministros que estão prestes a deixar o TSE saiam antes do fim do julgamento, eles ainda terão direito a voto por terem começado a analisar o processo.

A defesa do presidente tem insistido para tentar desvincular a pena, caso haja condenação da chapa. Eles alegam que, enquanto vice-presidente, ele não sabia de nenhum tipo de irregularidade. Delatores da Odebrecht, no entanto, apontam que ele sabia das operações.

Com informações O Povo Online

Sobre Ivanildo Souza

Ivanildo Souza falará em breve algo pra você, aguarde!
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

AQUI VOCÊ VÊ E SEUS CLIENTES TAMBÉM.

AQUI VOCÊ VÊ E SEUS CLIENTES TAMBÉM.

ANUNCIE AQUI ! ACREDITEM NO CRESCIMENTO DE POTENGI!