» » Catarina,CE: Pacientes lotam hospital com sintomas de dengue e chikungunya


Foto - Diomar Araújo / Blog do Diomar Araujo
O Hospital Municipal de Catarina, Dr. Gentil Domingues, está congestionado de pacientes com sintomas de dengue e chikungunya. Os leitos estão todos ocupados com pacientes  internados e outros em observação, chegando ao ponto de pacientes serem acomodados nas cadeiras dos corredores do hospital para tomar soro. Foi a maneira encontrada pela equipe do hospital para atender a grande demanda de pessoas que chegam a todo o momento ao hospital se queixando de febre, dor de cabeça, dor no corpo e ânsia de vomito.

De acordo com informações da recepção do hospital de Catarina, nesta terça-feira (28), entre as 06h da manhã e 20h, foram quase 200 atendimentos médicos. São pacientes de Catarina e de municípios circunvizinhos.
O médico Dr. Agapito Neto, usou as redes sociais (grupo de Whatsapp)  para alertar a população sobre o congestionamento de pessoas com sintomas de  dengue e chikungunya.

Dr. Agapito Neto - foto Facebook

Postagem do médico Dr. Agapito Neto:

Hospital congestionado com pessoas com sintomas de dengue/chikungunya. Vamos orientar a população uso adequado do serviço de emergência.

Caso a febre não ceda com a dipirona, intercalem (revezem) entre:
- dipirona 2cp e parecetamol 1cp a cada 3h.

O mais importante nesse período de virose é o seguinte:

1) repouso.
2) ingerir muito liquido (5 litros por dia, no mínimo)
3) tomar 2cp de dipirona de 6/6h
Revezando ... dipirona, com 3h paracetamol, com 3h dipirona...
Quando procurar o hospital:
- vômitos que não param
- dor de estômago intensa e continua
- desmaio ou sensação de desmaio
- tontura intensa
- sangramento em nariz, boca, ouvido, urina ou fezes.

Não precisam se preocupar com a febre. Ela realmente é de difícil controle, e muitas vezes será necessário revezar entre dipirona e paracetamol (salvo os pacientes que tem alergia a uma dessas medicações). Mais importante que a febre e o que deve nortear a busca pelo serviço de urgência e emergência são os sintomas de alerta;   vômitos que não passam, dor abdominal (dor de estômago) continua, que não para, e intensa  sensação de desmaio ou desmaio, queda de pressão, prostração (fraqueza) intensa,
sangramentos e  falta de ar.

Os demais casos podem tratar-se a nível ambulatorial (acompanhando no postinho) e se medicando em casa.

Dr. Agapito orientar que todos devem procurar atendimento, não se mediquem em casa. Quem não tiver sintomas de alarme procurarem a Unidade Básica de Saúde-UBS/PSF  mais próxima de sua casa.

Mais informações; Hospital Municipal de Catarina – 3556-1112.
Secretaria Municipal de Saúde de Catarina – 3556-1256

Fonte: Blog do Diomar.

Sobre Ivanildo Souza

Ivanildo Souza falará em breve algo pra você, aguarde!
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

AQUI VOCÊ VÊ E SEUS CLIENTES TAMBÉM.

AQUI VOCÊ VÊ E SEUS CLIENTES TAMBÉM.

ANUNCIE AQUI ! ACREDITEM NO CRESCIMENTO DE POTENGI!