» » Tribunal Superior Eleitoral acumula 156 prestações de contas de partidos sem julgamento



Levantamento divulgado nesta segunda-feira (20) no Estado de S. Paulo revela que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) acumula 156 prestações de contas anuais de partidos políticos sem julgamento. As contas são referentes aos exercício de 2011 a 2015 e somam ao menos R$ 2,2 bilhões de recursos públicos repassados às legendas or meio do Fundo Partidário, mas que ainda não foram fiscalizados.

Com o acúmulo, o TSE já anistiou desde o ano 2000, sem julgamento, ao menos 36 contas partidárias. 

Ainda segundo o Estado de S. Paulo, o montante de recursos sem fiscalização é ainda maior. Isso porque, até setembro de 2015, os partidos também podiam receber doações de empresas, dinheiro que era usado para bancar a estrutura partidária e repassado a candidatos das siglas nas campanhas. 

Pela legislação vigente, os partidos registrados no TSE são obrigados a prestar contas anualmente dos recursos que recebem. A prestação deve ser entregue até o dia 30 de abril do ano seguinte ao exercício a que a conta se refere e prescreve cinco ano depois.

Com a proibição da doação empresarial a partir de 2015, as legendas se sustentam hoje majoritariamente por meio do Fundo Partidário, composto e dotação do Orçamento da União.

Sobre Ivanildo Souza

Ivanildo Souza falará em breve algo pra você, aguarde!
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

AQUI VOCÊ VÊ E SEUS CLIENTES TAMBÉM.

AQUI VOCÊ VÊ E SEUS CLIENTES TAMBÉM.

ANUNCIE AQUI ! ACREDITEM NO CRESCIMENTO DE POTENGI!